_Um dos suspeitos reagiu à abordagem policial e veio à óbito_

A equipe da Polícia Civil da cidade de Itaporanga D'Ajuda (SE), na manhã desta quinta-feira, 19, desarticulou um trio que praticava o comércio ilegal de drogas no povoado Nova Descoberta, zona rural do município. Um dos suspeitos reagiu durante a abordagem policial e veio à óbito após receber ajuda médica.

De acordo com o delegado Paulo Cristiano Ricarte, a equipe investiga o tráfico de drogas na região e foram cumprir mandados de busca a apreensão domiciliar. Inicialmente, os policiais se dirigiram a residência de Givaldo dos Santos Junior, conhecido como "Fabinho Vassoura", de 34 anos.

Ao chegar no local, os policiais deram o comando de ingresso no domicílio e solicitaram a rendição de Fabinho, o qual não atendeu e recebeu os agentes a tiros. Com isso, a equipe precisou reagir para cessar a violência. O suspeito foi atingido, socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Em sua residência, foram encontrados uma quantidade de maconha e um revólver calibri .32.

Dando continuidade as buscas, os policiais civis foram até a residência de Gabriela Siqueira Batista, conhecida como "Briela", de 20 anos. No interior da residência da suspeita, foram encontradas drogas como maconha e cocaína.

Por fim, a equipe foi até a residência de Givaldo dos Santos, de 52 anos, pai de Fabinho. No local, foi encontrada uma vasta quantidade de maconha e cocaína prontas para serem vendidas ao consumidor final.

Além disso, a Polícia Civil destaca que Fabinho era uma pessoa muito violenta e respondia a vários crimes, como homicídios. Inclusive, ele foi um dos responsáveis pelo latrocínio de um sargento da Polícia Militar, ocorrido no mesmo povoado das diligências de hoje, no ano de 2019.



Fonte: SSP/SE

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem