O Rapidão da Notícia

O vigilante de um posto de combustíveis, em Aracaju, foi algemado e preso ao solicitar que dois homens colocassem as máscaras para que pudessem ter acesso à loja de conveniência. Ele preferiu não se identificar. O caso foi registrado nesse final de semana.

Em entrevista ao Jornal da Fan, na manhã desta segunda-feira, 17, o vigilante detalhou os momentos tensos que viveu por exigir o cumprimento de uma lei. Segundo ele, os dois homens são policiais civis.

“Apesar do aviso da portaria, isso foi ignorado. Os dois homens estavam bebendo no local. Ao quererem entrar na conveniência sem máscaras, eu pedi que ele colocasse, ele foi pegar a máscara e tentou entrar com bebidas abertas, o que não é permitido. Ele então disse que eu o estava perseguindo. Nesse momento ele começou a me xingar e a me ameaçar”, falou.

O vigilante acionou a Polícia Militar, que pôs fim na confusão e orientou que os dois homens fossem para casa, mas eles retornaram.

“Eles já voltaram com outro homem, me colocaram num carro, me levaram pra delegacia plantonista, me algemaram. Um deles pegava na arma a todo momento”, disse emocionado.

Na delegacia, o vigilante contou a situação ao delegado, ficou sabendo que os homens eram policiais civis e foi liberado. Ele agora pede que a situação não fique impune. “Já acionei meu advogado e espero que agora as providências necessárias sejam adotadas”, apelou.


Por Leonardo Barreto

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem