Por Daniel Villas-Bôas, da Redação Xodó News


Em julgamento realizado nesta terça-feira, 12 de novembro, a 5ª Vara Criminal, do Fórum Gumersindo Bessa, em Aracaju (SE), o tribunal de júri decidiu condenar Alex Silva Cardoso, a 12 de prisão em regime fechado.
Preso a um ano e 23 dias, ele é acusado de no dia 18 de outubro do ano passado ter assassinado a transexual Laysa Fortuna. (Relembrem o caso).
Após ser abordada por Alex em uma das ruas do Centro da Capital, a  vítima foi atingida por golpes de arma branca. Ela chegou a ser socorrida e encaminhada ao Hospital de Urgência de Sergipe, onde morreu, um dia depois.
A sessão foi presidida pelo juiz Alício de Oliveira Rocha Júnior que entendeu que o fato do acusado ter ficado preso não seria suficiente para atenuar sua pena.
Conforme a 5ª Vara,  a defesa do réu já recorreu da decisão.

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem