O Rapidão da Notícia


Por Daniel Villas-Bôas, da Redação Xodó News 

Operação foi batizada de Leak

Com o objetivo de cumprir mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão nas cidades de Aracaju e Lagarto, desde as primeiras horas desta sexta-feira,22, promotores do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de Sergipe, com o apoio de delegados do  Departamento de Crimes contra a Ordem Tributária e Administração Pública (Deotap), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), e do Comando de Operações Especiais (COE) da Polícia Civil e outras  unidades policiais deflagraram uma operação.
Batizada de Leak,   a investigação diz respeito a desvios de verbas públicas do Matadouro Municipal de Lagarto e à prática do crime de Lavagem de Dinheiro pelo Prefeito de Lagarto e demais investigados.
Estão sendo alvo de buscas a sede da Prefeitura de Lagarto, as Secretarias Municipais de Finanças e Administração, o Matadouro de Lagarto, a sede da empresa JML Comércio Atacadista de Fumo LTDA, e as residências do Prefeito, do genro e de laranjas dele e o administrador do Matadouro Municipal.
Quatro mandados de prisão preventiva foram expedidos, em desfavor do prefeito José Valmir Monteiro, de seu genro Igor Ribeiro Costa Aragão e dos sócios da empresa JLM, Joel do Nascimento Cruz e Gildo Pinto dos Santos.
Segundo o Gaeco, o nome da operação é uma alusão ao fato da notícia de vazamento dos pedidos de prisão e buscas que estão sendo apurados, além da notícia de que os principais alvos de prisão saíram de seus domicílios para evitar serem capturados.
Por volta das 7h30 o Gaeco informou que os alvos da operação não se encontravam em suas respectivas residência e desta forma, passaram a ser considerados foragidos da Justiça. Responsáveis pelas defesas de Valmir e de Igor, respectivamente, os advogados  Fabiano Feitosa e Dr. Bruno, informaram  que seus clientes irão se entregar na sede do Deotap.
Uma coletiva para detalhar as ações, será realizada às 9h30 na sede do órgão fiscalizador.


Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem