O Rapidão da Notícia

O ex-prefeito de capela está preso desde o último dia 14.

Através de decisão proferida pelo ministro Luiz Edson Fachin, o Tribunal Superior Eleitoral  (TSE), decidiu, na segunda-feira,24, negar o pedido de Habeas Corpus protocolado pela defesa do ex-prefeito de Capela (SE)  Manoel Messias Sukita.
Condenado a cumprir a pena de 13 anos e 9 meses em regime fechado, por corrupção eleitoral, Sukita encontra-se custodiado  presídio de Nossa Senhora da Glória e seu advogado, Emmanuel Cacho, informou que ingressará com um novo recurso jurídico (agravo) para que a decisão de Fachin seja submetida aos demais ministros do TSE.
Ainda que o Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE/SE)  tenha negado o registro de candidatura do candidato ao cargo de deputado federal pelo PTC, Isadora Sukita, filha do ex-prefeito, tem percorrido o Estado e mantido a campanha nas ruas e defendendo que ele seja solto.


Por Daniel Villas-Bôas
Da redação Xodó News

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem