O Rapidão da Notícia
“Acredito que vamos ter um encontro nas próximas três ou quatro semanas”, afirmou Trump em discurso em Michigan para seus simpatizantes.
“Vai ser um encontro muito importante, a desnuclearização da península da Coreia”, acrescentou Trump sobre um cenário com cartazes azuis com as palavras “promessas guardadas” e “fazer os EUA grande de novo”, seu lema de campanha e que utilizou para este comício.
A desnuclearização foi tema de encontro entre o secretário de Estado do governo Trump, Mike Pompeo, e Kim Jong-Un, em abril. O assunto também foi discutido na reunião histórica entre Kim e Moon Jae-in, presidente da Coreia do Sul, na sexta-feira (27).


Os simpatizantes de Trump cantaram a palavra “Nobel” quando ele começou a falar do seu diálogo com a Coreia do Norte, o que provocou risos do líder, que respondeu: “Só quero fazer o meu trabalho”.
O Comitê Nobel norueguês, encarregado de decretar cada ano o prêmio da Paz, começou em fevereiro uma pesquisa sobre uma possível indicação ao prêmio em nome de Trump, o que fez com que alguns de seus simpatizantes, incluindo o congressista Luke Messer, pedissem formalmente o Nobel para Trump por causa do tema Coreia do Norte.
A reunião entre Trump e Kim será a primeira na história entre líderes dos EUA e da Coreia do Norte

Encontro entre Coreias


 A fala de Trump acontece um dia depois do encontro histórico entre o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. A conversa entre os dois líderes teve início às 10h15 de sexta-feira (22h15 de quinta, 26, em Brasília).
Após se cumprimentarem, Moon aceitou o convite de Kim e pisou brevemente no lado Norte da fronteira, sorrindo. Em seguida, ambos cruzaram para o lado Sul. Kim se tornou o primeiro líder da Coreia do Norte a cruzar fronteira em mais de 65 anos.
Na reunião, os países se comprometeram a assinar um acordo de paz para acabar com a guerra entre os países ainda neste ano. O pacto vai substituir o armistício de 1953. Essa guerra foi interrompida por cessar-fogo, mas nunca teve fim oficial.
Os líderes também concordaram em trabalhar pela completa desnuclearização da península. Mesmo com o anúncio, ainda pairam algumas dúvidas sobre a promessa de paz entre as Coreias.


Fonte: G1


Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem