O Rapidão da Notícia
Nesta segunda-feira, 23, o Jornal da Xodóentrevistou o senador Antônio Carlos Valadares (PSB), que fez uma análise dos cenários políticos de Sergipe e do Brasil.  Questionado sobre qual avaliação fazia do pleito que se aproxima, tendo em vista de será um processo que colocará frente a frente duas gerações, o senador observou que seu grupamento vem estabelecendo tratativas de maneira diferente das demais grupamentos e assim, fortalecendo a pré-candidatura de Valadares Filho ao governo.  “Muito embora o meu nome esteja despontando entre os primeiros independente do cargo, mas internamente o PSB ainda não decidiu as demais candidaturas. A única certeza é que nosso pré-candidato ao governo é Valadares Filho. Não precisam se preocupar comigo, já fui quase tudo na política, minha prioridade é eleger o governador”,  pontuou.


Na oportunidade, Valadares comentou que o  bloco liderado por Amorim e André Moura, chegou a propagar que Valadares Filho poderia ser lançado como vice-governador em uma chapa majoritária por eles lançada, o que segundo o parlamentar, seria uma estratégia para tirar o PSB da disputa por uma vaga do Senado e fortalecer. “Valadares Filho jamais aceitaria essas condições. Os blocos de Amorim e de Jackson Barreto  se preocupam  mais em fortalecer candidaturas ao Senado do que ao governo propriamente”, pontuou.
Indagado se haveria possibilidade de rever seu posicionamento e assim, marchar junto André e Eduardo, Valadares rechaçou a ideia. “Não vamos entrar em barco furado. Carregamos um sentimento de mudança, com crédito político, jamais estaremos no palanque de um governo impopular. Lamento que Amorim tenha passado de líder a liderado”, afirmou.
Perguntado sobre  a possibilidade de vir a se aliar com o DEM de Mendonça Prado ou mesmo com o PRB de Heleno Silva, o socialista não descartou a possibilidade, no entanto, observou que até agosto tudo pode ocorrer. “Até o pleito teremos 5 meses e muitas águas ainda vão passar por baixo dessa ponte e não descarto nenhuma possibilidade “, declarou.
No tocante ao âmbito nacional, Antônio Carlos Valadares observou que o PSB terá candidato ao planalto e destacou a filiação de Joaquim Barbosa à  legenda. “Na última quinta-feira, estivemos em Brasília e recebemos o ex-presidente do Supremo, Joaquim Barbosa. Eu particularmente fiquei impressionado com a desenvoltura dele em torno de projetos para solucionar os problemas que insistem em perdurar no Brasil”, declarou.
Defensor dos bons costumes e de que a política seja mecanismo de transformação, frente às grandes disparidades econômicas, Valadares  elogiou a atuação do Judiciário no que diz respeito à Operação Lava Jato e a aplicação da Lei da Ficha Limpa. “A Lava Jato criou uma excelente oportunidade para o eleitor separar o joio do trigo. Não podemos nivelar a classe por baixo e achar que todo são corruptos, há muita gente boa na política”.

Por Daniel Villas-Bôas
Da redação Xodó News
www.orapidaodanoticia.com.br

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem