Polícia Civil prende em Areia Branca homem suspeito de matar a companheira

Policiais civis da Delegacia de Areia Branca prenderam na manhã desta terça-feira, 14, um homem identificado como João Maurício dos Santos, 54 anos, suspeito de praticar um crime de feminicídio contra a companheira Cidneide dos Santos. O crime foi registrado na madrugada do dia 20 de janeiro no povoado Lagoa Redonda, município de Pirambu.

A vítima foi encontrada morta com um golpe de faca no pescoço, dentro de sua residência. Desde o início das investigações feitas pela equipe da Delegacia de Pirambu, o caso foi tratado como suspeita de feminicídio. João Maurício sumiu do povoado logo após a morte da esposa e nunca mais foi visto, tendo estabelecido morada no município de Areia Branca, onde já tinha vivido anos atrás com Cidneide.

Na época do crime, um dos familiares ouvidos pela polícia contou que a mãe de Cidneide foi a casa da filha tomar café da manhã e a chamou várias vezes, porém ela não atendeu. A porta foi arrombada e a vítima foi encontrada no sofá da sala sem vida. Familiares contaram que a vítima e o marido brigaram a noite toda. O companheiro da vítima pegou os documentos pessoais e deixou o povoado. Os familiares destacaram que Cidneide era constantemente agredida pelo companheiro.

No entanto, ao prestar depoimento na Delegacia de Areia Branca, João Maurício negou ser o autor do feminicídio e disse que jamais agrediu a companheira nos mais de 11 anos de casado. Ele contou várias versões e não apresentou nomes de quem poderia ter matado a mulher e nem explicou o porquê de ter fugido do povoado após a morte da esposa. O mandado de prisão preventiva de João Maurício foi cumprido e comunicado ao Poder Judiciário.

Fonte: SSP/SE

Nenhum comentário