Três acusados por crimes de pistolagem morrem durante operação conjunta entre a delegacia Regional de Tobias Barreto, policiais do 11° batalhão e Cope

Policiais civis e militares deflagram a “Operação Terminus” nas cidades de Cristinápolis e Tomar do Geru. A Ação policial consistiu no cumprimento de mandados de prisão e busca domiciliar contra membros de uma associação criminosa responsável por crimes de pistolagem e tráfico de drogas na região Centro Sul. A operação foi realizada na manhã desta quarta-feira, 5. Na ação policial, foram apreendidos quatro pistolas, dois revólveres e dois veículo; além de substâncias entorpecentes.

De acordo com as equipes policiais, em Cristinápolis dois homens foram localizados. Eles foram identificados como Joneci Goes de Oliveira, conhecido como “Geno” ou “Cigaro”, líder da associação criminosa; e Tairone dos Santos Silva. Os suspeitos eram ex-presidiários e entraram em confronto com os policiais, foram atingidos, socorridos, mas não resistiram aos ferimentos e morreram em seguida.

Ainda na cidade, um outro suspeito foi encontrado. Robson Santos Santiago, o “Robinho”, foi preso em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. Já em Tomar do Geru, Gilmar Santos da Silva entrou em confronto com as forças de segurança; e José de Jesus, o “Flávio”, foi autuado em flagrante também por posse ilegal de arma de fogo. O codinome da operação “Terminus” se refere a geografia dos municípios onde as ações foram implementadas.

Participaram da operação o Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), Divisão de Inteligência Policial (Dipol), Delegacia Regional de Tobias Barreto e o 11º Batalhão de Polícia Militar (11º BPM).


Fonte: SSP/SE

Nenhum comentário