Traficante que fazia apologia ao PCC, morre em confronto com a PM em Tobias Barreto

Alex Oliveira Santos, traficante que atuava criminosamente na rua do Geru e região da Feirinha em Tobias Barreto, morreu nesta segunda-feira, 18 de novembro, após reagir à tiros durante abordagem de Políciais Militares do 11° Batalhão da PMSE.

Alex de Nonô, como era vulgarmente conhecido, e mais dois comparsas estavam no conjunto Agripino I, quando a PM chegou para fazer uma abordagem. Os dois comparsas logo empreenderam fuga, enquanto Alex sacou um revólver e efetuou disparos contra a equipe de agentes da lei. No confronto, o traficante foi atingindo, vindo a falecer após atendimento no hospital da cidade.

Alex já vinha sendo investigado pelo delegado da Polícia Civil em Tobias Barreto e no seu histórico constava passagem pelo sistema prisional de Sergipe, devido a crime de homicídio. Além da arma do criminoso, a PM  ainda apreendeu dezenas de pinos com cocaína e uma pedra de crack, na residência em que se encontrava no Agripino I. Na rua da Feirinha, Alex pichou muros e paredes com o nome do PCC e com frases para amedrontar a população local.
 

Fonte: Assessoria de Comunicação do 11° Batalhão da PMSE

Nenhum comentário