Inválidos, brancos e nulos não suspendem eleição, afirma TSE

A cada eleição reaparece o debate sobre o papel que votos brancos e nulos possuem sobre o resultado final de uma votação. Mas afinal, qual a diferença entre cada um e seus efeitos?
De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a distinção atualmente é meramente estatística. Tanto votos em branco quanto nulos são considerados inválidos e não são computados para o resultado final da votação.
Alguns dos cenários da pesquisa Datafolha para a eleição presidencial divulgada em 10 de junho chegam a apontar um índice de até 40% no total de eleitores que pretendem não votar em ninguém.
Tanto nas eleições proporcionais como nas majoritárias, os candidatos são eleitos a partir dos chamados votos válidos, que excluem os brancos e nulos do resultado final.
Depois da Lei Eleitoral 9.504, que entrou em vigor em 1997 e vale até hoje, os votos em branco também passaram a ser desconsiderados do resultado final, assim como os nulos.

Fonte: Folha de S.Paulo

Nenhum comentário