Jackson entra com ação para punir autores da falsa carta de Mareclo Déda

O pré-candidato ao Senado, Jackson Barreto, entrou com uma ação na Justiça para que se investigue os autores da falsa carta de Marcelo Déda, apresentada como se houvesse sido psicografada pelo médium Divaldo Pereira Franco, e que continha diversos ataques a Jackson.
A falsa carta causou indignação no conceituado médium Divaldo Franco, que chegou a grava um vídeo em que nega a existência da carta. Do mesmo modo, a Federação Espírita do Estado de Sergipe – FEES, emitiu nota, assinada pela sua presidente, Glicenita Santiago de Lima, repudiando o ato, que desrespeita os princípios do pensamento e da práxis espírita.
Classificada como fake news, notícia falsa que circula na internet, a falsa carta atinge a memória de Marcelo Déda, a sua família e promove ataques ao pré-candidato ao senado, Jackson Barreto, que vê nisso uma ato desesperado dos seus adversários em face do crescimento e consolidação da sua pré-candidatura. “A ação que movemos – disse Jackson – objetiva que a Justiça peça investigação da Polícia Federal com o intuito de identificar autores e puní-los para que casos semelhantes não voltem a ocorrer”

Fonte: Ascom / MDB-SE

Nenhum comentário