Condutores do Samu entram em greve por tempo indeterminado

Reivindicando reajuste salarial anual, definição quanto à Fundação Hospitalar e a  manutenção do calendário de pagamentos, nesta quinta-feira,21, condutores de ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Sergipe, deflagraram uma greve por tempo indeterminado.
Em função da paralisação, greve quatorze  municípios do estado encontrassem  desassistido. A informação foi confirmada pelo sindicato da categoria, o Sindconam, que observou  que das 59 ambulâncias existentes, 18 vão ficar paradas.
Diante da situação, a Secretaria de Comunicação, declarou por meio de nota, que a suspensão do serviço prejudica a população. Na mesma publicação, é solicitado aos trabalhadores revejam a decisão tendo em vista que os salários estão em dia.
Já no tocante à Fundação Hospitalar de Saúde, a nota observa que a Procuradoria Geral do Estado em conjunto com o corpo jurídico da Secretaria de Estado da Saúde e da direção da FHS estão analisando a situação jurídica para garantir que nenhum servidor seja prejudicado.

Por Daniel Villas-Bôas
Da redação Xodó News

Nenhum comentário