Valadares diz que concorre ao Senado ou nada: “Se precisar, volto para casa”


O senador Antonio Carlos Valadares (PSB) pode decidir não disputar as eleições deste ano. Valadares articula a candidatura do filho ao governo do Estado e, embora não confirme publicamente, cogita apoiar o atual presidente da OAB/SE, Henri Clay, para o Senado.
Nesta segunda-feira, a Folha de São Paulo informa que pai e filho “vão para uma disputa de vida ou morte”:
Em Sergipe, o deputado Valadares Filho (PSB), 37, e o senador Valadares (PSB), 75, concorrem, respectivamente, ao governo e ao Senado.
               Valadares diz que ele e o filho vão “para uma disputa de vida ou morte” já que, se perderem, a família ficará sem representante no Congresso.
               Nos casos de Pará e Sergipe, contudo, os pais senadores cogitam deixar de disputar a reeleição em prol de alianças que beneficiem os filhos.
               Jader Barbalho pode concorrer a deputado federal e abrir espaço para nomes como Mário Couto (PP), Zequinha Miranda (PSC) e Lúcio Vale (PR), pré-candidatos ao Senado. Já Valadares diz que concorre ao Senado ou nada: “Se precisar, volto para casa”.

Fonte: NE Notícias

Nenhum comentário