“Não vou ficar babando ovo do prefeito”, dispara Kitty Lima

Inconformada com a dificuldade enfrentada para aprovação de seus projetos na Câmara Municipal de Aracaju (CMA), a vereadora Kitty Lima (Rede) fez um duro discurso na quarta-feira, 23, ao criticar a postura das comissões da Casa que têm rejeitado seus projetos e a conduta do prefeito Edvaldo Nogueira que tem se recusado em receber a parlamentar para discutir pautas importantes para a população e tomado para si as conquistas alcançadas pela Câmara sem o devido reconhecimento dos parlamentares que não pertencem à base aliada.
A parlamentar revelou que recebeu três recursos contra projetos seus que sequer foram aprovados nas comissões da Casa, e questionou as justificativas apresentadas. “Estão dizendo que meus projetos são inconstitucionais, do nada qualquer proposta minha que é apresentada a esta Casa é inconstitucional agora. Querem me perseguir? Me persigam, eu tenho o povo se Aracaju ao meu lado. Infelizmente o prefeito é incapaz de reconhecer a luta de alguém que não é da base aliada, e eu não vou ficar babando ovo do prefeito”, disse Kitty.
As críticas da vereadora tiveram como base o cadastramento dos carroceiros em Aracaju, uma luta pessoal dela desde o início do mandato em 2017. “Venho cobrando constantemente da SMTT e Emsurb a retomada do cadastramento das carroças em Aracaju que estava parado desde 2010, e que no inicio deste mês foi retomado após muita luta, o primeiro passo para o meu projeto que põe um fim gradativo à circulação de carroças na capital. Mas fiquei surpresa ao ler uma matéria da prefeitura onde ela coloca como se fosse uma iniciativa dela. Soube ainda que o prefeito teria dito que não seria um projeto da vereadora Kitty Lima, sobre o assunto, que será aprovado, mas que ele será o salvador da pátria e que vai acabar com o sofrimento dos animais. Senhor prefeito, estou pouco me lixando para quem vai fazer isso, o que eu quero é que os benefícios para os animais e para a população de Aracaju aconteçam, venham de quem vier”, esclareceu Kitty, que reforçou seu posicionamento através de sua filosofia de vida voltada à causa animal.
“A minha luta vem desde pequena e é engraçado como agora todo mundo virou protetor de animal. Foram quase cinco mil votos que recebi após uma campanha onde não gastei dinheiro algum, não é algo que se consegue com facilidade. As pessoas conhecem meu amor à causa animal e o meu trabalho que é desenvolvido há vários anos, e elas me elegeram na certeza que eu lutaria por uma política boa nesta Casa”, disse.
Apesar de ser a representante legítima da causa animal na Câmara de Aracaju, Kitty Lima disse não se importar se os projetos em benefício dos animais aprovados pela Casa não levarem sua assinatura. “O que eu quero é acabar com o sofrimento dos animais, a exemplo dos cavalos utilizados na tração das carroças, assim como dar novas oportunidades aos carroceiros. Se Edvaldo Nogueira fizer tudo isso que está prometendo eu vou agradecer muito a ele. Mas enquanto ele não toma iniciativa para isso, o meu projeto do fim gradativo das carroças será votado sim e eu quero ver como esta Casa vai se comportar porque eu vou ao gabinete do prefeito levar quase 50 mil assinaturas da população que apoia este projeto”, pontuou.

Fonte: Ascom Parlamentar

Nenhum comentário