“A minha honra vale mais que a minha própria vida”, destaca Amorim

Nesta sexta-feira, 18, o Jornal da Xodóentrevistou o senador da República pelo estado de Sergipe, Eduardo Amorim (PSDB). Na oportunidade, Amorim comentou sobre o lançamento da sua pré-candidatura ao Governo de Sergipe, ocorrido na manhã de hoje.
Questionado sobre a grande quantidade de lideranças que se fizeram presentes à coletiva onde também foram anunciadas as pré-candidaturas do deputado  André Moura (PSC) e do presidente de honra do PRB, Heleno Silva ao Senado, Eduardo mostrou-se surpreso, tendo em vista que o evento tinha caráter mais de divulgação.  “Eu fiquei surpreendido com tanta gente. Quis fazer esse anúncio na nossa casa, a sede do PSDB, sempre respeitando a Lei Eleitoral, tanto que somente Eu, André e Heleno discursamos. Na dúvida prefiro não fazer”, comentou.
Perguntado se está havendo morosidade para divulgação do nome do pré-candidato ao cargo de vice-governador da sua chapa, Eduardo Amorim, declarou que o final do mês de julho haverá uma definição e citou uma passagem bíblica. “Como escrito em  Eclesiastes, há um tempo para tudo”, observou.
Ao justificar a opção pela candidatura ao Executivo estadual ao invés da reeleição, o  senador observou ser preciso retirar o estado do caos e atender os anseios da população.  “Durante a nossa fala na coletiva apresentamos um diagnóstico de Sergipe. Já havíamos feito isso e 2014 e agora, a coisa piorou. Infelizmente a mentira venceu. Três  pilares norteiam minha decisão:  indignação, coragem e atitude. Não dá para aceitar o inaceitável. A minha honra vale mais que a minha própria vida porque ela é construída com muitas mãos. Demorou muito para que o estado ascendesse ao cenário nacional, mas foram necessário apenas 6 anos para que fosse destruído”, destacou.
Amante dos estudos, o pré-candidato lamentou os índices apresentados pela setor educacional sergipano e lembrou que é preciso oferecer melhores condições de trabalho para os educadores que atualmente encontram-se esquecidos pelo poder público. “Feliz é a nação que observa que a educação é elemento de transformação social. Eu só a prova viva desta transformação. Um professor é um líder que constrói outros líderes então ele precisa ter condições de trabalho”, afirmou.
Durante a entrevista, Eduardo Amorim respondeu à intervenção de um ouvinte e assim, apontou ser possível  oferecer aos sergipanos serviços médicos de qualidade.  “A melhor de todas as medicina é a que previne. Isso não é coisa do outro mundo; é preciso estabelecer prioridades. É inadmissível termos uma fila com 400 pessoas para serem operadas. Tivemos um governo genocida. A cirurgia cardíaca, de Sergipe já foi referência para o mundo, no entanto hoje vemos um verdadeiro caos, um verdeiro descaso. Não podemos nos conformar com isso” avaliou.
Outro ponto destacado pelo tucano, diz respeito ao segmento da Segurança Pública, onde  foi destacado que a maioria dos crimes registrados em nosso rincão têm relação com o tráfico de drogas, muito embora não tenhamos tradição de produzir esse tipo de material ilícito. “Eu tenho como verdadeiro  sonho na areá da segurança pública, o mapeamento nossos estados, e a criação da  polícia de divisa, para junto com o Fisco fortalecer nossa entradas e saídas. É preciso passar a mensagem para aqueles que cometam crimes aqui em Sergipe, entendam que serão punidos por isso. Sergipe tem que voltar a ser um lugar seguro”, relatou.
Demandado sobre sua relação político com grandes líderes da cidade de Nossa Senhora do Socorro, Eduardo agradeceu o fato de Zé Franco e Samuel Carvalho terem comparecido à coletiva desta sexta-feira e queixou-se  do abandono com relação à cidade da Grande Aracaju. “Socorro é uma cidade sedenta de oportunidades e já era para termos aqui um pólo da Universidade Federal . Eu fui um dos primeiro a destinar uma emenda de bancada para Socorro. Nas searas da saúde, da pavimentação asfáltica, para a Apae. Com as nossas emendas, atendemos quase 100 instituições de todo o estado”, declarou.

Foto: Geo Menezes


Por Daniel Villas-Bôas
Da redação Xodó News

Nenhum comentário